Jesus ensina como orar

fevereiro 8th, 2015

Jesus-ensinando1

JESUS ENSINA COMO ORAR

 

ORAÇÃO – Comunicação com Deus. Como Deus é pessoal, todos os indivíduos podem comunicar-se com Ele em oração. Porém, os pecadores que ainda não entregaram sua vida a Jesus Cristo para serem salvos permanecem afastados de Deus. Portanto, embora os incrédulos possam orar, eles não possuem o pré-requisito básico que lhes permitiria ter comunhão com Deus. Essas pessoas não preenchem as condições estabelecidas na Bíblia para uma oração eficaz. (dib)

 

PRIMEIRO: ADORE, LOUVE E HONRE A DEUS

Portanto, vós orareis assim: Pai nosso que estás nos céus, santificado seja o teu nome.

Mateus 6.9 (ara)

“Pai nosso, que estás nos céus” – indica que Deus não é apenas majestoso e santo, mas também pessoal e amoroso. A primeira sentença desta oração modelo é uma declaração de louvor e um compromisso de honrar e respeitar o nome santo de Deus. Podemos honrar o nome de Deus tendo cuidado ao usá-lo respeitosamente. Se usarmos o nome de Deus levianamente, não nos estaremos lembrando de sua santidade. (beap)

 

“Santificado” – quer dizer Seja venerado ou honrado. Está em foco a honra de Deus entre os homens. Que sejam reconhecidas a sua bondade e santidade entre os homens. A primeira petição é que o caráter santo e bondoso de Deus seja reconhecido e respeitado entre os homens, conforme já sucede nos céus, onde Deus apresenta suas principais manifestações. Tudo quanto sabemos sobre Deus deve ser venerado. A primeira petição não alude às necessidades da vida física do homem, mas à principal necessidade, que é o reconhecimento do caráter de Deus por parte dos homens e das suas relações, como Pai, para com a humanidade. (nti)

 

SEGUNDO: PEÇA A VONTADE DE DEUS E NÃO A SUA

Venha o teu Reino. Seja feita a tua vontade, tanto na terra como no céu.

Mateus 6.10 (arc)

“Venha o Teu reino” – Devemos orar pela presença e manifestação espiritual do reino de Deus agora. Isso inclui a operação do poder de Deus entre o seu povo para destruir as obras de satanás, curar os enfermos, salvar os perdidos, promover a justiça e derramar o Espírito Santo sobre o seu povo. (bep)

“Seja feita a tua vontade” – Orar “seja feita a tua vontade” significa que anelamos sinceramente que a vontade e o propósito de Deus sejam cumpridos em nossa vida e na vida dos nossos familiares, segundo seu plano eterno. Podemos conhecer a vontade de Deus, primeiramente através da Bíblia, que é a sua vontade revelada, e através da direção do Espírito Santo em nosso coração (cf. Rm. 8.4-14). A vontade de Deus é cumprida quando oramos para que o reino de Deus e a sua justiça prevaleçam entre nós (v.33). (bep)

 

TERCEIRO – RECONHEÇA QUE DEUS LHE SUSTENTA

O pão nosso de cada dia dá-nos hoje.

Mateus 6.11 (ara)

Quando oramos “O pão nosso de cada dia dá-nos hoje”, estamos reconhecendo que Deus é quem nos sustenta e supre nossas necessidades. É uma concepção errada pensar que provemos a nossa própria subsistência. Devemos confiar em Deus a provisão diária do que Ele sabe que precisamos.

(beap)

Leve suas carências físicas e pessoais ao conhecimento de Deus. Lembre-se que a Escritura nos diz que Deus suprirá todas as nossas necessidades (Fil 4.19) – (benv)

 

QUARTO – PEÇA PERDÃO E TAMBÉM PERDOE

Perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores.

Mateus 6. 12 (arc)

“Perdoa… assim como nós perdoamos.” – Na oração devemos tratar dos nossos pecados e também estar dispostos a perdoar aqueles que nos fizeram mal (vv.14,15; Hb 9.14; 1 Jo 1.9).

(bep)

Os pecados podem ser reputados dívidas a Deus. Esta petição trata de nosso dever moral para com Deus. A palavra, no grego clássico, visava as dívidas no sentido literal, e a mesma é aqui usada para indicar as dívidas morais e a necessidade que temos do perdão de Deus e da dependência à sua misericórdia. O homem –nada tem- para pagar a Deus, em troca do perdão, e, assim sendo, deve depender do perdão gratuito de Deus. (nti)

 

QUINTO – PEÇA LIVRAMENTO E LOUVE A DEUS

E não nos deixes cair em tentação; mas livra-nos do mal; pois teu é o Reino, o poder e a glória para sempre. Amém!

Mateus 6.13 (ara)

“E não nos deixes cair em tentação”. – Todos os cristãos experimentam conflitos durante a tentação, que, em alguns momentos, parece tão sutil que sequer percebemos o que está acontecendo conosco. Mas Deus prometeu que não permitirá que sejamos tentados além daquilo que podemos suportar (1 Co 10.13). Peça a Deus para ajudá-lo a reconhecer a tentação, dar-lhe forças para vencê-la e escolher o caminho que esteja de acordo com a vontade dEle.

(beap)

“Livra-nos do mal”. – Todos os crentes são objeto especial da hostilidade e dos maus propósitos de satanás. Por essa razão nunca devemos esquecer de orar para que Deus nos livre do poderio e das tramas do inimigo.

(bep)

Parceria divina: “Pois teu é o Reino”. Louve a Deus por compartilhar seu Reino, poder e glória com você (2 Tm 4.18; Lc 10.19; Jo 17.22).

ESSA É A ORAÇÃO QUE O ENSINA A ORAR.  (BEP)

 

REFLETINDO:

A primeira metade da oração aborda a glória e a vontade de Deus, ao passo que as outras petições concernem às necessidades físicas e bem estar espiritual dos discípulos. Certamente Jesus quer que esta oração seja modelo de toda oração cristã não só em conteúdo, mas também em forma e ordem. É apropriado que o louvor a Deus e o reconhecimento de sua soberania no mundo venham em primeiro lugar na oração. Sem a primeira metade, ela se assemelha a simples lista de compras, e para algumas pessoas Deus é reduzido a mero moço de recados, obrigado a suprir todo capricho humano. Com toda a familiaridade da Oração do Senhor, ela não compromete a norma universal de Deus. Súplicas, pedidos pessoais e intercessões devem ser acompanhadas pelo espírito de ação de graças (1 Tm 2.1). (cbp)

 

BIBLIOGRAFIA UTILIZADA

Bíblia – Almeida revista atualizada – (ara)

Bíblia – Almeida revista corrigida – (arc)

Bíblia – de estudo aplicação pessoal – (beap)

Bíblia – de estudo pentecostal – (bep)

Bíblia – de estudo novo viver – (benv)

Bíblia – de estudo plenitude – (BEP)

Novo Testamento interpretado – (nti)

Dicionário ilustrado da Bíblia – (dib)

Comentário bíblico pentecostal – (cbp)

 

Pr. João da Cruz Parente

E-mail: prparente@gmail.com

Para ler mais artigos do autor (Clique aqui)

                                        PÁGINA INICIAL / ÍNDICE DAS MENSAGENS

AGREGANDO VALOR À VIDA

fevereiro 5th, 2015

Pr. Parente

João da Cruz Parente é Pastor auxiliar voluntário da Igreja Batista de Perdizes, SP. Editor-Adjunto do portal Evangelismo em Slides, é o autor dos textos publicados nas seções de Estudos Bíblicos, Agregando Valor a Vida e Reflexões.

 

AGREGANDO VALOR À VIDA

 

A Integridade

A Luz libertadora

A vitória que vence o mundo: a nossa fé

Autoridade justa, honesta

Celebridade

Conforto silencioso

Como lidar com a ansiedade

Como posso falar com Deus?

Como você pode manter uma boa consciência?

Conduta acima da crítica

Confie em Deus e lance fora o medo

Confiemos em Deus

Crendo em Jesus, temos a salvação

Crescendo em sabedoria

De quem você busca a aprovação? de Deus, ou…

Deus tem um propósito em sua vida

Diga não ao aborto

E quando é preciso tomar uma decisão?

Jesus Nasceu, deixe-o crescer em sua vida

Nasceu o Salvador

O cuidado de Deus 

O Jovem e sua conduta

Pais e filhos

Problemas? podem construir um caráter robusto

Sendo Justo

Sinceridade

Todo homem tem seu preço

Um fim Glorioso

Vencendo a Angustia

Vida eterna

Viva com alegria e gratidão à Deus 

Viva em Retidão e seja abençoado por Deus

Viva uma vida abundante e completa

Viva sob o controle de Cristo

Vivendo sabiamente

Você sabe controlar suas emoções?

 

 PÁGINA INICIAL / ÍNDICE DAS MENSAGENS

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Vivendo sabiamente

janeiro 30th, 2015

sabedoria

AGREGANDO VALOR A VIDA


VIVENDO SABIAMENTE

E, SE ALGUM DE VÓS TEM FALTA DE SABEDORIA, PEÇA-A A DEUS, QUE A TODOS DÁ LIBERALMENTE, E O NÃO LANÇA EM ROSTO, E SER-LHE-Á DADA.

Tiago 1.5

Ao mencionar a “sabedoria” Tiago está se referindo não somente ao conhecimento, mas também à habilidade de tomar decisões sábias em circunstâncias difíceis. Sempre que precisamos de sabedoria, podemos orar a Deus, e Ele generosamente proverá aquilo que precisamos. Os cristãos não têm que tatear procurando no escuro, esperando encontrar inesperadamente as respostas. Podemos pedir a sabedoria de Deus para dirigir as nossas escolhas.

(Bíblia de estudo aplicação pessoal)
VISITE A PÁGINA, no Face: João Parente 

https://www.facebook.com/prparente?fref=ts

Diariamente é publicado um novo AGREGANDO
Compartilhe com seus amigos

 

Pr. João da Cruz Parente

E-mail: prparente@gmail.com

Para ler mais artigos do autor (Clique aqui)

 

 

PÁGINA INICIAL / ÍNDICE DAS MENSAGENS

 

J E S U S

janeiro 26th, 2015

jesus-cristo-chora

J E S U S

 

 

JESUS CRISTO, NOSSO SALVADOR.

 

Deus derramou com generosidade  o seu Espírito Santo sobre nós, por meio de Jesus Cristo, o nosso Salvador.                

Tito 3. 6 (nvi)

A referência de Paulo neste versículo à obra do Espírito Santo relembra o seu derramamento no dia de Pentecoste, e a partir daí (cf. At. 2.33; 11.15), Deus provê um suprimento abundante e adequado da sua graça e poder, como resultado do novo nascimento e da operação do Espírito Santo em nós.

(bep)

É Jesus Cristo quem nos “salva”; e isso transparece, neste versículo, no seu título de “Salvador”. Neste ponto, entretanto, a ênfase recai sobre como Ele é o meio e a causa do “derramamento” do Espírito Santo. (nti)

 

EMANUEL, DEUS ESTÁ CONOSCO

A virgem ficará grávida e terá um filho que receberá o nome  de Emanuel. (Emanuel quer dizer “Deus está conosco.”)

Mateus 1. 23 (nvi)

Jesus seria chamado de Emanuel (“Deus conosco” ou “Deus está conosco”), como fora predito pelo profeta Isaías (Is. 7. 14). Jesus era Deus em carne; deste modo, Deus estava literalmente entre nós, “conosco”. Pelo Espírito Santo, Cristo está presente hoje, na vida de cada crente. Talvez nem mesmo o próprio profeta Isaías tenha compreendido, completamente, a dimensão do significado do termo Emanuel. (beap)

 

SOBERANO, REI DOS REIS, SENHOR DOS SENHORES

Ele é o bendito e único soberano, o Rei dos reis e Senhor dos senhores.  

I Timóteo 6. 15b (nvi)

A exaltação de Jesus Cristo, em razão do que se tornou Cabeça de tudo, unificador e restaurador de todas as coisas, humanas e angelicais, animais e inanimadas, se deveu ao fato que completou a sua missão terrena. E que essa missão ficou terminada foi comprovada pelo fato que ressuscitou dentre os mortos, ascendeu aos céus e foi glorificado.

O nome de Cristo se eleva acima de todo qualquer outro nome – Ele é a principal autoridade, superior a todos os nomes que possam ser mencionados agora e na eternidade. Isso se deve ao fato que Ele se assentou à mão direita de Deus nos lugares celestiais. (nti –Fl.2.9)

 

UNGIDO

Ali farei brotar a força de Davi; preparei uma lâmpada para o meu ungido.

Salmos 132. 17 (arc)

Jesus, o Messias, é descrito como “ungido”. Essa menção é encontrada nos salmos que profetizam a vinda de Cristo e na pregação do apóstolo Pedro, no livro de Atos. “Messias” vem da palavra hebraica “ungido” e “Cristo” vem do grego. (dib)

 

SABEDORIA DE DEUS E SANTIDADE

É, porém, por iniciativa dele que vocês estão em Cristo Jesus, o qual se tornou

sabedoria de Deus para nós, isto é, justiça, santidade e redenção.

I Coríntios 1. 30 (nvi)

A sabedoria, conforme o emprego desse termo em Provérbios, significa viver e pensar de conformidade com a verdade de Deus, com seus caminhos e seus desígnios. Importa em considerar a totalidade da vida do ponto de vista de Deus, crendo que tudo quanto Ele diz é certo e verdadeiro, sendo este o único padrão digno para orientar a nossa vida. Obter sabedoria é muito melhor do que possuir prata e ouro. Obtém a sabedoria somente quem a busca através de um relacionamento correto com Deus, e um estudo diligente da sua Palavra. Cristo é, segundo diz o NT, a suprema sabedoria de Deus (1 Co 1.30; Cl. 2.3), e Ele nos ensina que obtemos a sabedoria quando permanecemos na sua Palavra, permitimos que ela permaneça em nós (Jo 15.7) e entregamos nossos corações e mentes ao Espírito Santo que em nós habita (Jo 14. 16-26).

(bep – Prov. 1.2)

BIBLIOGRAFIA UTILIZADA

Bíblia  –  Nova Versão Internacional  (nvi)

Bíblia  –  Almeida Revista Corrigida  (arc)

Bíblia  –  de Estudo Pentecostal  (bep)

Bíblia  –  Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal (beap)

Novo Testamento Interpretado  (nti)

Dicionário Ilustrado da Bíblia  (dib)

Pr. João da Cruz Parente

E-mail: prparente@gmail.com

Para ler mais artigos do autor (Clique aqui)

                                        PÁGINA INICIAL / ÍNDICE DAS MENSAGENS

Quer sucesso? obedeça a palavra de Deus

janeiro 24th, 2015

topic

QUER SUCESSO? OBEDEÇA A PALAVRA DE DEUS

 

OBEDEÇA A PALAVRA DE DEUS

Samuel, porém, respondeu: “Acaso tem o Senhor tanto prazer em holocaustos e em sacrifícios quanto em que se obedeça a sua Palavra? A obediência é melhor do que o sacrifício, e a submissão é melhor do que a gordura de carneiros”.

I Samuel 15. 22 (nvi)

Obedecer de coração à Palavra de Deus é melhor do que qualquer forma exterior de adoração, serviço a Deus, ou abnegação pessoal. O pecado de Saul foi seguir seu próprio conceito do certo, acima da revelação bíblica. Esse pecado será, também, a base da apostasia final predita para o período que de pronto precede a volta de Jesus à terra (Mt. 24.11, 24; 2 Ts. 2.9-12; 2 Tm. 4.3,4; 2 Pe. 2). O culto, a oração, o louvor, os dons espirituais e o serviço a Deus não têm valor aos seus olhos, se não forem acompanhados pela obediência explícita a Ele e aos seus padrões de retidão (cf. Is. 58.2; 59.2; I Co. 13). (bep)

 

OBEDEÇA ANTES A DEUS DO QUE AOS HOMENS

Pedro e os outros apóstolos responderam: É preciso obedecer antes a Deus do que aos homens!

Atos 5. 29 (nvi)

Os apóstolos conheciam suas prioridades. Embora devamos tentar viver em paz com todos (Rm. 12. 18), o conflito com o mundo e com suas autoridades é, às vezes, inevitável para um cristão (Jo. 15. 18). Existirão situações em que você não poderá obedecer a Deus e às pessoas. Quando for assim, você deve confiar nas Sagradas Escrituras e obedecer a Deus. Que as palavras de Jesus em Lucas 6.22 o encorajem: “Bem-aventurados sereis quando os homens vos aborrecerem, e quando vos separarem, e vos injuriarem, e rejeitarem o vosso nome como mau, por causa do Filho do Homem”. (beap)

 

OBEDEÇA, RECEBA BÊNÇÃOS E ABENÇOE A OUTROS

E em tua semente serão benditas todas as nações da terra, porquanto obedeceste à minha voz.

Gênesis 22. 18 (arc)

Abraão recebeu bênçãos abundantes porque não hesitou em obedecer a Deus. Primeiro, Deus conferiu aos descendentes de Abraão habilidade de vencer seus inimigos; segundo, Deus prometeu a Abraão filhos e netos que seriam uma bênção para o mundo. A vida das pessoas seria transformada como resultado do conhecimento da fé de Abraão e seus descendentes. Costumamos pensar em bênçãos como presentes a serem desfrutados. Mas quando Deus nos abençoa, é com o propósito de fazer estas bênçãos transbordarem para outros. (beap)

 

OBEDEÇA DE CORAÇÃO

Mas, graças a Deus, porque, embora vocês tenham sido escravos do pecado, passaram a obedecer de coração à forma de ensino que lhes foi transmitida.

Romanos 6. 17 (nvi)

“Obedecer de coração” significa entregar-se completamente a Deus, amá-lo “de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu pensamento” (Mt. 22.37). Ainda assim, muitas vezes nossos esforços para conhecer e obedecer aos mandamentos de Deus só podem ser descritos como parciais. Como você qualifica a obediência de seu coração? Deus deseja nos dar o poder de obedecer-lhe com todo o nosso coração. (beap)

 

MULHER, OBEDEÇA A SEU MARIDO

De sorte que, assim como a igreja está sujeira a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo sujeitas a seu marido.

Efésios 5. 24 (arc)

Algumas pessoas distorcem o ensino de Paulo, dizendo que ele transfere uma autoridade ilimitada aos maridos, e não podemos concordar com elas. Paulo diz à esposa que ela deve obedecer ao marido. Ora, o fato de um ensinamento não ser muito popular não nos dá o direito de ignorá-lo. De acordo com a Bíblia, o homem é o cabeça da família, e a mulher deve reconhecer a sua liderança. Assim como Jesus serviu a seus discípulos a ponto de lavar-lhes os pés, também o marido deve servir à esposa. Um marido prudente, que ama a Cristo, não tirará vantagem de seu papel de líder, assim como uma esposa prudente, que ama a Cristo, não tentará minar a liderança do marido. Qualquer abordagem errônea causará desunião e atrito ao matrimônio. (beap)

 

OBEDEÇA A SEU CHEFE

Servos, obedecei em tudo ao vosso senhor segundo a carne, não servindo apenas sob vigilância, visando tão-somente agradar homens, mas em singeleza de coração, temendo ao Senhor. – Tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como para o Senhor e não para os homens.

Colossenses  3. 22 e 23 (ara)

Paulo exorta os cristãos a considerar toda mão-de-obra executada como um serviço prestado ao Senhor. Devemos trabalhar como se Cristo fosse o nosso patrão, sabendo que todo trabalho realizado “como ao Senhor” um dia receberá seu galardão (v. 24; cf. Ef. 6.6-8) (bep)

Os empregados devem sempre fazer seu trabalho da melhor maneira possível e serem fiéis e confiáveis, não apenas quando seu empregador ou superior estiver lhes observando.  (beap)

 

OBEDEÇA, NÃO VOLTE PARA O PECADO

Sejam obedientes a Deus e não deixem que a vida de vocês seja dominada por aqueles desejos que vocês tinham quando ainda eram ignorantes. – Pelo contrário, sejam santos em tudo o que fizerem, assim como Deus, que os chamou é santo.

I Pedro 1. 14 e 15 (ntlh)

Depois de confiarem suas vidas a Cristo, às vezes as pessoas ainda sentem uma queda por seus antigos hábitos. Pedro diz que devemos ser como nosso Pai celestial, santos em tudo o que fizermos. Santidade significa ser totalmente dedicado a Deus, separado para seu uso especial e afastado do pecado e de sua influência. Devemos ser separados e diferentes, não misturados com a multidão; porém não devemos ser diferentes apenas por sê-lo. As qualidades de Deus em nossa vida nos tornam diferentes. Nosso enfoque e prioridades devem ser os dEle. Tudo isso está em contraste direto com os nossos antigos hábitos (1.14). Não podemos nos tornar santos por nós mesmos, mas Deus nos dá o seu Espírito Santo para nos ajudar a obedecê-lo, para nos dar poder para vencer o pecado. Não use a desculpa de que você não pode evitar cair em pecado. Conte com o poder de Deus para livrá-lo do domínio do pecado. (beap)

 

BIBLIOGRAFIA UTILIZADA

Bíblia  –  Nova Versão Internacional (nvi)

Bíblia  –  Almeida Revista Corrigida

Bíblia  –  Almeida Revista Atualizada (ara)

Bíblia  –  Nova Tradução Linguagem Hoje (ntlh)

Bíblia  –  Estudo Pentecostal (bep)

Bíblia  –  Estudo Aplicação Pessoal (beap)

 

Pr. João da Cruz Parente

E-mail: prparente@gmail.com

Para ler mais artigos do autor (Clique aqui)

 

                                        PÁGINA INICIAL / ÍNDICE DAS MENSAGENS