O nome poderoso

jesus

O NOME PODEROSO

 

O NOME SOBERANO: JESUS

Pelo que também Deus o exaltou soberanamente e lhe deu um nome que é sobre todo o nome,  –  para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra,  –  e toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai. 

Filipenses 2. 9 a 11 (arc).

“…nome…” Simboliza a pessoa, o indivíduo, seu ser, sua natureza e atributos. O nome de Cristo se eleva acima de todo qualquer outro nome – Ele é a principal autoridade, superior a todos os nomes que possam ser mencionados agora e na eternidade. Isso se deve ao fato que Ele se assentou à mão direita de Deus nos lugares celestiais (ver Efé. 1.20)(nti).

 

O NOME QUE NOS TRAZ SALVAÇÃO: JESUS

Este Jesus é “a pedra que vocês, construtores, rejeitaram, e que se tornou a pedra angular.  –  Não há salvação em nenhum outro, pois, debaixo do céu não há nenhum outro nome dado aos homens pelo qual devamos ser salvos”. 

Atos 4. 11 e 12 (nvi).

Como podemos ver, a Bíblia declara a exclusividade de Cristo com respeito à salvação. O versículo é muito claro ao dizer que não há nenhum outro nome pelo qual devamos ser salvos. Portanto, todos os que procuram acrescentar a Cristo um outro auxílio salvador estão enganados. Jesus é absolutamente suficiente para nos aproximar de Deus. É somente por meio dEle que podemos receber a salvação. (bee).

 

FAÇAMOS TUDO EM NOME DE JESUS

Tudo o que fizerem, seja em palavra ou em ação, façam-no em nome do Senhor Jesus, dando por meio dele graças a Deus Pai.

Colossenses 3. 17 (nvi).

A Bíblia apresenta princípios gerais que capacitam o crente orientado pelo Espírito Santo a determinar se as práticas não expressamente mencionadas na Palavra de Deus são certas ou erradas. Em tudo quanto dizemos, fazemos, pensamos ou desfrutamos, devemos fazer as seguintes perguntas: (1)  –  Isso pode ser feito para a glória de Deus (I Co. 10.31)?   (2)  –  Pode ser feito “em nome do Senhor Jesus”, com sua benção (3.17; ver Jo. 14. 13 nota)?  -(3)  – Pode ser feito com sincera gratidão a Deus (3. 17)?  -(4)  -É uma ação digna de Cristo (I Jo. 2. 6)?  -(5) -Enfraquecerá as convicções sinceras de outros cristãos (ver I Co. 8.1, nota)?  -(6)  -Enfraquecerá meu desejo pelas coisas espirituais, pela Palavra de Deus e pela oração (Lc. 8. 14; ver Mt. 5. 6 nota)?  -(7)  -Enfraquecerá ou prejudicará meu testemunho de Cristo (Mt. 5. 13 a 16)? (bep).

 

OREMOS AO DEUS PAI EM NOME DE JESUS

Vocês não me escolheram, mas eu os escolhi para irem e darem fruto, fruto que permaneça, a fim de que o Pai lhes conceda o que pedirem em meu nome.

João 15. 16 (nvi).

A oração em nome de Cristo abrange pelo menos duas coisas: (1) – orar em harmonia com sua pessoa, caráter e vontade; (2) – orar com fé em Cristo, na sua autoridade e com o fim de glorificar tanto o Pai como o filho (At. 3. 16). Orar realmente em nome de Jesus equivale dizer que Ele ouvirá qualquer oração como Ele mesmo oraria. Não há limite para o poder da oração quando ela é dirigida a Jesus ou ao Pai com fé conforme a sua vontade (ver Mt. 17.20 nota). (bep)

 

NOS TORNAMOS FILHOS DE DEUS RECEBENDO E CRENDO NO NOME DE JESUS

Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que crêem no seu nome.

João 1. 12 (ara).

Quem pode ser considerado um filho de Deus? Quase todo mundo afirma que também é filho de Deus. É verdade que, de certa forma, todos são filhos de Deus por serem descendentes de Adão. Todos temos a mesma origem, pertencendo a grande família humana. No entanto, isso não significa necessariamente que todos são filhos de Deus espiritualmente. Sem Cristo, estamos separados de Deus, e só podemos nos tornar filhos de Deus por adoção (leia Gálatas 4. 4-5). É somente quando cremos em Cristo que recebemos o direito de sermos filhos e herdeiros de Deus. (bee)

 

NOSSOS PECADOS FORAM PERDOADOS PELO NOME DE JESUS

Filhinhos, eu lhes escrevo porque os seus pecados foram perdoados, graças ao nome de Jesus.

I João 2. 12 (nvi)

“…graças ao nome de Jesus…” Cristo está em foco. (Ver João 16. 2). Por quê? Porque fomos “aceitos no amado” (ver Efé. 1. 6); porque fomos comprados pelo sangue expiatório de Cristo (ver I João 2. 1).; porque Cristo exerce uma advocacia contínua em nosso favor (ver I João 2.1). O “nome” de Cristo apresenta essas verdades para nós. Seu nome indica a sua pessoa, a sua expiação e a sua missão espiritual em nosso favor. (nti)

 

LOUVEMOS A DEUS COM LÁBIOS QUE CONFESSEM O NOME DE JESUS

Por meio de Jesus, portanto, ofereçamos continuamente a Deus um sacrifício de louvor, que é fruto de lábios que confessam o seu nome. Hebreus 13. 15 (nvi).

“…confessam o seu nome…”, isto é, prestam lealdade a Deus, reconhecendo-lhe os direitos sobre eles, e tendo fé nEle, mediante a outorga da alma aos cuidados de Cristo. Desse modo são “identificados” com Deus como seus filhos, confessando o seu nome como Rei e Salvador. “Reconhecem” a Deus como benfeitor universal, e vivem vidas caracterizadas pelas ações de graças, por causa de seus muitos benefícios, pois a sua graça os vincula a Deus, e Deus a eles. Aqueles que confessam o nome de Cristo, prestando-lhe lealdade, são os que não excluíram Deus de suas vidas! (nti)

 

SINAIS QUE ACOMPANHARÃO OS QUE CREREM NO NOME DE JESUS

Estes sinais acompanharão os que crerem: em meu nome expulsarão demônios; falarão novas línguas;  -pegarão em serpentes; e, se beberem algum veneno mortal, não lhes fará mal nenhum; imporão as mãos sobre os doentes, e estes ficarão curados.  –  Depois de lhes ter falado, o Senhor Jesus foi elevado aos céus e assentou-se à direita de Deus.

Marcos 16. 17 a 19 (nvi).

Os sinais dão crédito à mensagem do evangelho, e não podem ser limitados à era apostólica, assim como a comissão do Senhor de transmitir o evangelho pelo mundo todo. Os sinais, portanto, confirmam o ministério dos embaixadores de Cristo em cada geração. Expulsar demônios, falar línguas e curar aparecem em outras passagens do NT, e não há nenhuma garantia escriturística de sua cessação antes da volta do Senhor. (bep)

 

BIBLIOGRAFIA UTILIZADA

Bíblia  –  Almeida Revista Corrigida (arc)

Bíblia  –  Almeida Revista Atualizada

Bíblia  –  Nova Versão Internacional (nvi)

Bíblia  –  de Estudo Esperança (bee)

Bíblia  –  de Estudo Pentecostal (bep)

Bíblia  –  de Estudo Plenitude (bep)

Novo Testamento Interpretado (nti)

Pr. João da Cruz Parente

E-mail: prparente@gmail.com

Para ler mais artigos do autor (Clique aqui)

                                        PÁGINA INICIAL / ÍNDICE DAS MENSAGENS

Deixe seu comentário