Sete passos para ser feliz

3422908979_eb8b61eea7_o

SETE PASSOS PARA SER FELIZ

 

Cristo ensinou nas bem-aventuranças, que a felicidade não depende do que possuamos, mas do que somos. Tal felicidade não é importada de fora mas nasce na alma de todos os verdadeiros filhos de Deus. Todas as bem-aventuranças de Cristo são paradoxos; todas são contrárias a opinião comum. O conceito dos homens é que são felizes os ricos, os honrados no mundo; os que passam sua vida aqui alegres; os que comem gulodices e se vestem bem. Mas o Senhor veio corrigir esse erro fundamental; veio para

chamar os homens à felicidade que é permanente e verdadeira.

 

FELIZ: afortunado, próspero, satisfeito, ditoso, abençoado. Bem-aventurado

 

TER OS PECADOS PERDOADOS                               

Como é feliz aquele que tem suas transgressões perdoadas e seus pecados apagados! 

Salmos 32.1 (nvi)

As únicas pessoas realmente felizes são aquelas que receberam de Deus o perdão dos seus pecados, e por isso a culpa das suas transgressões não pesa mais sobre seus corações e mentes, e sua consciência não as perturba mais. Tal bem-aventurança é concedida a todos os pecadores que vierem ao Senhor (Mt.11.28,29). O salmista descreve três maneiras o perdão divino: (1) – Deus perdoa o pecado.  (2) – Ele cobre o pecado, i.e., põe-no fora da vista. (3) O pecado não é imputado (v.2), i.e., a culpa não é atribuída. (bep)

 

ACEITAR A CORREÇÃO DE DEUS

Como é feliz o homem a quem Deus corrige; portanto, não despreze a  disciplina  do todo poderoso. 

Jó 5.17 (nvi)                                                      

Aceite a correção do Senhor. Considere-a uma benção. Saiba que a correção evidencia o amor do Senhor por você. (bep)

 

CONFIAR NO SENHOR

Bem-aventurado o homem que põe no Senhor a sua confiança e que não respeita os soberbos, nem os que se desviam para a mentira.

Salmos 40.4 (arc)

Reserva-se um tipo especial de felicidade para o homem que confia em Deus e odeia o mal. (bs)

 

OUVIR E PRATICAR A PALAVRA DE DEUS

Mas o homem que observa atentamente a lei perfeita, que traz a liberdade, e persevera na prática dessa lei, não esquecendo o que ouviu mas praticando-o, será feliz naquilo que fizer. 

Tiago  1.25 (nvi)

“A vida obediente é o elemento de que consiste a benção, e na qual ela se encontra”. (Alford, in loc) Assim, a vida geral do crente praticante é bendita; e ele é abençoado na prática de atos individuais. (nti)

 

PRATICAR A JUSTIÇA

Como são felizes os que perseveram na retidão, que sempre praticam a justiça!                                                                                                         Salmos  106.3 (nvi)

Como princípio geral, o viver em retidão resulta em menos problemas do que o viver na iniquidade . Isso não significa que os que seguem a Deus nunca terão problemas. Porém, o justo tem a certeza de que, quando em aflição, será socorrido no momento certo de Deus. (bep)

 

TER INTERESSE PELO POBRE

Como é feliz aquele que se interessa pelo pobre! O Senhor o livra em tempos de adversidade.

Salmos 41.1 (nvi)

Deus tem cuidado especial dos fracos e indefesos, e abençoa quem demonstra compaixão pelos necessitados. Os versículos 1-3 explanam o princípio: “Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia” Mt.5.7). Se tivermos compaixão de Deus pelos necessitados, poderemos orar com confiança para Deus nos livrar nas dificuldades (v.1), guardar-nos do mal (v.2), abençoar a nossa vida (v.2), aniquilar o poder de satanás e dos nossos inimigos (v.2), e nos dispensar sua presença e cura quando estivermos enfermos (v.3; cf.72,2,4,12; Dt.15.7-11; Pv.29.14; Is 11.4; Jr 22.16; ver Mt.6.30 nota). (bep)

 

TEMER A DEUS E TRABALHAR COM AFINCO

    Como é feliz quem teme o Senhor, quem anda em seus caminhos! – comerá do fruto do seu trabalho, e será feliz e prospero.

Salmos 128.1 e 2 (nvi)

    Deus deseja que gozemos do fruto do nosso trabalho como uma dádiva dEle. Mas essas promessas de bem-estar para os que trabalham com afinco dependem da reverência (teme ao Senhor) e da obediência (anda em seus caminhos) da pessoa. Em geral, os que honrarem e obedecerem a Deus, trabalhando com esforço, desfrutarão do seu devido salário. Há, é óbvio, exceções a esse princípio geral de vida. (bev)

 

Bibliografia utilizada

Bíblia  –  Almeida Revista Corrigida (arc)

Bíblia  –   Nova Versão Internacional (nvi)

Bíblia  –   de Estudo Pentecostal (bep)

Bíblia  –   de Estudo Plenitude (bep)

Bíblia  –   Shedd (bs)

Bíblia  –   de Estudo Vida (bev)

Novo Testamento Interpretado (nti)

 

Pr. João da Cruz Parente

E-mail: prparente@gmail.com

Para ler mais artigos do autor (Clique aqui)


                                           PÁGINA INICIAL / ÍNDICE DAS MENSAGENS

Deixe seu comentário