Precisa de paz?

816D9D51-8F98-4FAB-AF8D-608679F7842B_pomba-da-paz

PRECISA DE PAZ?

 

PAZ:  Tranquilidade de alma

 

JESUS LHE DÁ A VERDADEIRA PAZ

Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize.

João 14. 27 (arc)

O resultado final da obra do Espírito Santo em nossa vida é a profunda e duradoura paz. Diferente da paz mundana, normalmente definida como a ausência de conflitos, a paz de Cristo é uma certeza de segurança em qualquer circunstância; tendo-a, não precisamos temer o presente ou o futuro. Se a sua vida é cheia de preocupações, permita que o Espírito Santo encha-o com a paz de Cristo!

João 14. 27 (beap)

 

ESTEJA EM JESUS E VIVA EM PAZ

Tenho-vos dito isso, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo; eu venci o mundo.

João 16. 33 (arc)

Jesus resumiu tudo o que lhes havia dito naquela noite, reafirmou as recomendações e promessas descritas em João 14. 27-29; 16. 1-4 e 16. 9-11. Ele disse aos seus discípulos para terem coragem. Apesar dos conflitos inevitáveis que enfrentariam, não estariam sozinhos. Jesus também não nos abandona em nossos conflitos. Se nos lembrarmos que a vitória final já foi ganha, poderemos declarar a paz de Cristo nos tempos mais desagradáveis! (beap)

 

EM JESUS, VOCÊ ANDA PELO CAMINHO DA PAZ

Graças à entranhável misericórdia de nosso Deus, pela qual nos visitará o sol nascente das alturas,  – para alumiar os que jazem nas trevas e na sombra da morte, e dirigir os nossos pés pelo caminho da paz.

Lucas 1. 78,79 (ara)

O cristianismo se distingue de todas as demais religiões, não somente por conferir aos homens aquilo que os corações humanos mais necessitam, a saber ‘a Paz de Deus’, que ultrapassa todo entendimento; mas também abre para nós o único ‘caminho para a Paz’. (nti)

 

ATRAVÉS DE JESUS, VOCÊ TEM PAZ COM DEUS

Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo.

Romanos 5. 1 (nvi)

Após aceitarmos Jesus como nosso Salvador e Senhor, temos paz com Deus, o que é muito diferente de termos sentimentos pacíficos, como a calma e a tranquilidade. Ter paz com Deus significa estar reconciliado com Ele: não existir mais hostilidade entre nós e o Pai, nenhum pecado bloquear nosso relacionamento com Ele. Só é possível ter paz com Deus, porque Jesus pagou o preço por nossos pecados ao morrer na cruz. (beap)

 

VIVA NO ESPÍRITO E TENHA PAZ

Quem vive segundo a carne tem a mente voltada para o que a carne deseja; mas quem vive de acordo com o Espírito, tem a mente voltada para o que o Espírito deseja. – A mentalidade da carne é morte, mas a mentalidade do Espírito é vida e paz.

Romanos 8. 5, 6 (nvi)

Paulo, dividiu as pessoas em duas categorias: aqueles que se deixam controlar por sua natureza pecaminosa e aqueles que seguem o Espírito Santo. Todos nós estaríamos na primeira categoria se Jesus não tivesse nos oferecido um escape. Uma vez que tenhamos respondido sim a Ele, continuaremos a segui-lo porque seu caminho nos traz a vida e a paz. Devemos diariamente preferir conscientemente centralizar nossa vida em Deus. Leia a Bíblia para descobrir as diretrizes divinas, e passe a segui-las. Em cada situação de perplexidade, pergunte a si mesmo: o que Jesus gostaria que eu fizesse? Quando o Espírito Santo indicar o que é certo, faça-o imediatamente. (beap)

 

A PAZ DE DEUS, GUARDA O SEU CORAÇÃO E MENTE EM JESUS

Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. – E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o coração e a mente de vocês em Cristo Jesus.

Filipenses 4. 6, 7 (nvi)

Quando invocamos a Deus, com um coração posto em Cristo e na sua Palavra (Jo. 15.7), a paz de Deus transborda em nossa alma aflita.

(1)  Essa paz consiste em uma tranquilidade interior, que o Espírito Santo nos transmite (Rm.8. 15, 16). Envolve uma firme convicção de que Jesus está perto, e que o amor de Deus estará ativo em nossa vida continuamente. (Rm. 8. 28,32; cf. Is. 26.3).

(2) Quando colocamos diante de Deus, em oração, as nossas inquietações, essa paz ficará como guarda à porta de nosso coração e de nossa mente, para impedir que os cuidados e angústias perturbem-nos a vida e a esperança em Cristo (v.6; Is. 26.3,4,12;  37. 1-7;  Rm. 8. 35-39; 1 Pe. 5.7).

(3)  Se o medo e a ansiedade retornarem, novamente a oração, a súplica e a ação de graças nos trarão a paz de Deus que guarda os nossos corações. Voltaremos a sentir segurança, e nos regozijaremos no Senhor. (bep)

 

SEJA UM PACIFICADOR

Aparte-se do mal e faça o bem; busque a paz e siga-a.

1 Pedro 3. 11 (arc)

Frequentemente vemos a paz somente como a ausência de conflitos, e pensamos na pacificação como um papel passivo. Mas um pacificador efetivo procura ativamente a paz, construindo boas relações. O pacificador antecipa os problemas e lida com eles antes de acontecerem. À medida que os conflitos surgem, devem ser discutidos abertamente e resolvidos antes que se tornem incontroláveis. Apaziguar pode ser um trabalho mais difícil do que travar uma guerra, mas resulta em vida e felicidade. (beap)

 

BIBLIOGRAFIA UTILIZADA

Bíblia – Almeida Revista Corrigida (arc)

Bíblia – Almeida Revista Atualizada (ara)

Bíblia – Nova Versão Internacional (nvi)

Bíblia – de Estudo Aplicação Pessoal (beap)

Bíblia –  de Estudo Pentecostal (bep)

Novo Testamento Interpretado (nti)

 

Pr. João da Cruz Parente

E-mail: prparente@gmail.com

Para ler mais artigos do autor (Clique aqui)

 

PÁGINA INICIAL / ÍNDICE DAS MENSAGENS

Deixe seu comentário