Quem domina este mundo?

23 janeiro, 2015

shutterstock_166883120

QUEM DOMINA ESTE MUNDO ?

 

NÃO SE AMOLDEM AO PADRÃO DESTE MUNDO, MAS TRANSFORMEM-SE PELA RENOVAÇÃO DA SUA MENTE, PARA QUE SEJAM CAPAZES DE EXPERIMENTAR E COMPROVAR A BOA, AGRADÁVEL E PERFEITA VONTADE DE DEUS. Romanos 12. 2 (nvi).

 

AMOLDAR:  Acostumar-se, conformar-se, habituar-se, ajustar-se.

 

PADRÃO:  Modelo

 

O MUNDO ESTÁ SOB DOMÍNIO DO DIABO

Sabemos que somos de Deus e que o mundo todo está sob o poder do maligno. 

I João 5. 19 (nvi).

Nunca compreenderemos adequadamente o NT a não ser que reconheçamos o fato subjacente nele de que satanás é o deus deste mundo. Ele é o maligno, e o seu poder controla o presente século mau (cf. Lc. 13. 16; II Co. 4. 4; Gl. 1. 4; Ef. 6. 12; Hb. 2. 14; ver Mt.4. 10 nota). As Escrituras não ensinam que Deus hoje controla diretamente este mundo ímpio, cheio de gente pecaminosa, de maldade, de crueldade, de injustiça, de impiedade, etc. Deus não deseja, nem causa, de nenhuma maneira, todo o sofrimento que há no mundo; nem tudo quanto aqui ocorre procede da sua própria vontade (ver Mt. 23. 37; Lc. 13. 34; 19. 41-44). (bep).

 

NO MILÊNIO SATANÁS ESTARÁ AMARRADO

E vi descer do céu um anjo que tinha a chave do abismo e uma grande cadeia na sua mão. – Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o diabo e Satanás, e amarrou-o por mil anos. 

Apocalipse 20. 1 e 2 (arc).

Depois da volta de Cristo e dos eventos do capítulo 19, Satanás será preso e amarrado por mil anos para que não mais engane as nações. Isso implica numa cessação total da sua influência durante mil anos. Depois dos mil anos, ele será solto por pouco tempo para enganar aqueles que se rebelarem contra o domínio de Deus (vv. 3. 7-9). A obra mais comum de satanás é enganar (ver Gn. 3. 13; Mt. 24. 24; II Ts.2. 9, 10). (bep).

 

 VIGIEMOS, CUIDADO COM O ADVERSÁRIO

Sede sóbrios, vigiai, porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar; – ao qual resisti firmes na fé, sabendo que as mesmas aflições se cumprem entre os vossos irmãos no mundo.

I Pedro 5. 8 e 9 (arc).

Quando o homem pecou, Satanás passou a ser o dominador do mundo (Jo. 12. 31; 14.30; 16.11). Ele domina o mundo inteiro (I Jo. 5. 19), percorre a terra e comanda uma hoste de espíritos malignos, através dos quais ele escraviza e mantém cativos os que estão sem Cristo (Ef. 2. 2). Somente o crente em Cristo está liberto do seu poder. Mesmo assim, como leão rugente, ele é uma ameaça aos crentes (Sl. 22. 13; Ez. 22. 25), e procura destrui-los, especialmente por meio do sofrimento (vv. 8-10). Ele destruirá espiritualmente todo aquele que abandona a proteção de Deus. Através da nossa fé no sangue de Cristo (Ap. 12. 11), da nossa luta espiritual no Espírito (Ef. 6.11-18) e nossas orações a Deus (Mt. 6. 13), estamos plenamente equipados para derrotar as astutas ciladas de satanás (Ef. 6. 11), resistir-lhe e ficar firme na fé (v. 9). Maior é o que está em vós do que o que está no mundo (I Jo. 4.4). (bep).

 

SUJEITEMO-NOS A DEUS E VENÇAMOS O INIMIGO

Sujeitai-vos, pois, a Deus; resisti ao diabo, e ele fugirá de vós.

Tiago 4. 7 (arc).

Satanás (ou diabo) é o inimigo de Deus e de sua igreja. A Bíblia fala-nos que ele é poderoso e ousado. Ele chegou a tentar o próprio Jesus (Mateus 4. 1-11), entrou em Judas Iscariotes (João 13. 27) e chegou a influenciar as palavras de Pedro (Marcos 8. 31-33). No entanto, o diabo não tem poder como Deus. Ele é apenas uma criatura e tem o seu poder limitado (Jó 2). Há pessoas que temem tanto a satanás que parecem crer que ele tem mais poder do que Deus. O cristão deve tomar cuidado com as astúcias de satanás (I Pedro 5. 8, 9), mas não precisa temê-lo. A Palavra de Deus é muito clara. A ordem é “resistir ao diabo”; quando resistido, “ele fugirá de vós”. Devemos, portanto, estar seguros de que somos vencedores e de que o diabo não terá poder sobre a nossa vida. (bee).

 

DEVEMOS ODIAR O MAL

O amor deve ser sincero. Odeiem o que é mau; apeguem-se ao que é bom. Romanos 12.9 (nvi)

Não basta o crente amar a justiça; ele deve, também, aborrecer o mal. Vemos esse fato claramente na devoção de Cristo à justiça (Is. 11. 5) e, na sua aversão à iniquidade; na sua vida no seu ministério e na sua morte (ver Jo. 3. 19 nota; 11. 33 nota).  –  (1)  –  A fidelidade de Cristo ao seu Pai, enquanto Ele estava na terra, conforme Ele demonstrou pelo seu amor à justiça e sua aversão à iniqüidade, é a base para Deus ungir o seu Filho (Hb. 1. 9). Da mesma maneira, a unção do cristão virá somente à medida que ele se identificar com a atitude do seu Mestre para com a justiça e a iniquidade (Sl. 45. 7).  – (2)  – O amor do crente à justiça e seu ódio ao mal crescerá por dois meios: (a) – crescimento em sincero amor e compaixão por aqueles, cujas vidas estão sendo destruídas pelo pecado, e – (b) – por uma sempre crescente união com o nosso Deus e Salvador, do qual está dito: “O temor do SENHOR é aborrecer o mal” (ver Pv. 8. 13; Sl. 94. 16; 97. 10; Am. 5. 15; Rm.12. 9; I Jo.2. 15; Ap. 2. 6). (bep).

 

TENHAMOS A MESMA ATITUDE DE JESUS

Então, disse-lhe Jesus: Vai-te, satanás, porque está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás e só a Ele servirás.  – Então, o diabo o deixou; e, eis que chegaram os anjos e o serviram. 

Mateus 4. 10 e 11. (arc).

A tentação de Jesus por satanás foi uma tentativa de desviá-lo da perfeita obediência à vontade de Deus. Note que Cristo em cada caso submeteu-se à autoridade da Palavra de Deus, ao invés de submeter-se aos desejos de satanás (vv. 4, 7, 10). Que podemos aprender da tentação de Cristo?

(1)  – Satanás é o nosso maior inimigo. O cristão deve estar consciente de que está numa guerra espiritual contra poderes malignos invisíveis, porem claramente reais (ver Ef. 6. 11, 12 nota).

(2)  – Sem o devido emprego da Palavra de Deus, o cristão não pode vencer o pecado e a tentação. Como usar a Palavra de Deus para vencer a tentação: (a) – Reconheça que mediante a Palavra o cristão tem poder para resistir a qualquer sedução que satanás lhe apresente (Jo. 15. 3,7).  (b) – Coloque (i.e., memorize) a Palavra de Deus na sua alma e mente (ver Tg. 1. 21 nota).  (c) – Medite nos versículos memorizados, de dia e de noite (Dt. 6. 7; Sl. 1. 2; 119. 48).  (d) – Repita a passagem memorizada, para si mesmo e para Deus, no momento em que você for tentado (vv. 4, 7, 10). (e) – Reconheça e obedeça ao impulso do Espírito Santo para obedecer à Palavra de Deus (Rm. 8. 12-14; Gl. 5. 18).  (f) – Envolva todos estes passos com oração (Ef. 6. 18).

Passagens para memorização em casos de tentação: Tentação em geral (Rm. 6 e 8). Tentação para imoralidade (Rm. 13. 14), mentira (Cl. 3. 9; Jo. 8. 44), mexerico (Tg. 4. 11), desobediência aos líderes espirituais (Hb. 13. 17), desânimo (Gl. 6. 9), medo do futuro (II Tm. 1. 7), concupiscência  (Mt. 5. 28), desejo de vingança (Mt. 6. 15), negligência com a Palavra de Deus  (Mt. 4. 4), preocupação financeira Mt. 6. 24-34; Fl. 4. 6,19). (bep).

 

 ANDEMOS NA BOA, AGRADÁVEL E PERFEITA VONTADE DE DEUS

Nem todo aquele que me diz: ‘Senhor, Senhor’, entrará no Reino dos céus, mas apenas aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus. Mateus 7 . 21 (nvi).

Jesus ensinava enfaticamente que cumprir a vontade do seu Pai celestial é uma condição prévia essencial para a entrada no reino dos céus (cf. vv. 22-25; 19. 16-26; 25.31-46).  (bep).

Jesus adverte contra a auto-ilusão, uma mera profissão verbal de autoridade sem obediência à vontade de Deus. É até mesmo possível para uma pessoa auto-iludida exercer um ministério espetacular, usando a autoridade das Escrituras e o nome de Jesus, sem seguir como discípulo genuíno e obediente.  (bep).

 

BIBLIOGRAFIA UTILIZADA

Bíblia  –  Nova Versão Internacional (nvi)

Bíblia  –  de Estudo Pentecostal (bep)

Bíblia  –  Almeida Revista Corrigida (arc)

Bíblia  –  de Estudo Esperança (bee)

Bíblia  –  de Estudo Plenitude (bep)

 

Pr. João da Cruz Parente

E-mail: prparente@gmail.com

Para ler mais artigos do autor (Clique aqui)

 

 

                                        PÁGINA INICIAL / ÍNDICE DAS MENSAGENS

Os verdadeiros Cristãos são…

23 janeiro, 2015

1930

OS VERDADEIROS CRISTÃOS SÃO…

 

CRISTÃO  – seguidor de Cristo. Atualmente, o termo cristão tem perdido parte de seu verdadeiro significado como seguidor de Cristo. Para alguns, cristão significa pouco mais que um nome que distingue a pessoa em relação ao islamismo ou judaísmo, enquanto para outras passou a ser nome de uma denominação específica. Entretanto, seu significado é nobre, do qual todo seguidor de Cristo deve orgulhar-se. (dib)

 

PERDOADOS E SALVOS EM JESUS

E DOU GRAÇAS AO QUE ME TEM CONFORTADO, A CRISTO JESUS, SENHOR NOSSO, PORQUE ME TEVE POR FIEL, PONDO-ME NO MINISTÉRIO, – ESTA É UMA PALAVRA FIEL E DIGNA DE TODA ACEITAÇÃO: QUE CRISTO JESUS VEIO AO MUNDO, PARA SALVAR OS PECADORES, DOS QUAIS EU SOU O PRINCIPAL.

1 Timóteo 1. 12, 15 (arc)

As pessoas podem se sentir culpadas por seu passado, ao pensarem que Deus talvez nunca as perdoará ou aceitará. Mas considere o passado de Paulo. Ele ridicularizou os ensinos de Jesus, perseguiu e assassinou o povo de Deus antes de ter um encontro com Cristo e vir à fé (At 9.1-9). Deus perdoou Paulo e usou-o poderosamente para o engrandecimento de seu Reino. Não importa quão vergonhoso seja seu passado, Deus pode perdoar e usar a você também.

(beap)

 

SANTIFICADOS EM JESUS

À IGREJA DE DEUS QUE ESTÁ EM CORINTO, AOS SANTIFICADOS EM JESUS CRISTO, CHAMADOS SANTOS, COM TODOS OS QUE EM TODO LUGAR INVOCAM O NOME DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO, SENHOR DELES E NOSSO.

(1 Coríntios 1.2) (arc)

Um convite pessoal faz uma pessoa sentir-se querida e bem-vinda. Somos “santificados em Cristo Jesus, chamados santos”. Deus nos convida pessoalmente para sermos cidadãos de seu Reino eterno. Jesus Cristo, o Filho de Deus, é o único que pode levar-nos a esse Reino glorioso porque Ele é o único que remove nossos pecados. O termo “santificados” significa que somos escolhidos ou separados por Cristo para a sua obra. Aceitamos o convite de Deus ao aceitar seu filho Jesus Cristo e confiar na obra que Ele realizou na cruz para perdoar os nossos pecados. (beap)

 

APERFEIÇOADOS EM JESUS

TENDO POR CERTO ISTO MESMO: QUE AQUELE QUE EM VÓS COMEÇOU A BOA OBRA A APERFEIÇOARÁ ATÉ AO DIA DE JESUS CRISTO.

Filipenses 1.6 (arc)

O Deus que iniciou a boa obra em cada um de nós continuará a realizá-la durante toda a nossa vida e a concluirá quando o encontrarmos face a face. A obra de Deus por nós começou quando Cristo morreu em nosso lugar na cruz. Sua obra dentro de nós começou quando cremos nEle pela primeira vez. Agora, o Espírito Santo vive em nós e nos permite ficar, a cada dia, mais semelhantes a Cristo. Paulo está descrevendo o processo do crescimento e da maturidade do cristão, que se iniciou quando aceitamos a Jesus, e que continuará até a sua volta. (beap)

 

TESTEMUNHAS DE JESUS

MAS RECEBEREIS  A VIRTUDE DO ESPÍRITO SANTO, QUE HÁ DE VIR SOBRE VÓS; E SER-ME-EIS TESTEMUNHAS TANTO EM JERUSALÉM COMO EM TODA A JUDÉIA E SAMARIA E ATÉ AOS CONFINS DA TERRA.

Atos 1.8 (arc)

Neste versículo, uma série de progressões foram descritas. As Boas Novas deveriam ser pregadas em Jerusalém, depois na Judéia e em Samaria, e finalmente no mundo inteiro. O cristianismo começaria com os judeus devotos em Jerusalém e na Judéia, seria anunciado aos judeus mestiços de Samaria, e depois, aos gentios nos lugares mais remotos da terra.

Podemos considerar que as Boas Novas de Deus não alcançaram seu destino final se alguém em sua família, seu local de trabalho, sua escola ou em sua comunidade ainda não ouviu falar a respeito de Jesus Cristo. Certifique-se de que você está contribuindo de alguma maneira com a propagação da mensagem do amor de Deus! (beap)

 

FRUTÍFEROS EM JESUS

EU SOU A VIDEIRA; VÓS, AS VARAS. QUEM ESTÁ EM MIM, E EU NELE, ESSE DÁ MUITO FRUTO, PORQUE SEM MIM NADA PODEIS FAZER.

João 15. 5 (arc)

O discípulo frutifica. Assim como a vara, ou ramo, somente pode dar fruto se estiver na videira, só podemos ser produtivos se obtivermos nossa força de Jesus. A Bíblia refere-se ao fruto de que fala Jesus como “amor, gozo [ou alegria], paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança [ou domínio próprio]” (veja Gálatas 5.22). (benv)

 

SÁBIOS EM DEUS

E, SE ALGUM DE VÓS TEM FALTA DE SABEDORIA, PEÇA-A A DEUS, QUE A TODOS DÁ LIBERALMENTE E NÃO O LANÇA EM ROSTO; E SER-LHE-Á DADA.

Tiago 1. 5 (arc)

SE ALGUM DE VÓS TEM FALTA DE SABEDORIA. A sabedoria é a capacidade espiritual de ver e avaliar a nossa vida e conduta do ponto de vista de Deus. Inclui fazer escolhas acertadas e praticar as coisas certas de conformidade com a vontade de Deus revelada na sua Palavra e na direção do Espírito Santo (Rm 8.4-17). Podemos receber sabedoria indo a Deus e pedindo-lhe com fé (vv.6-8). (bep)

 

BEM-AVENTURADOS

AQUELE, PORÉM, QUE ATENTA BEM PARA A LEI PERFEITA DA LIBERDADE E NISSO PERSEVERA, NÃO SENDO OUVINTE ESQUECIDO, MAS FAZEDOR DA OBRA, ESTE TAL SERÁ BEM-AVENTURADO NO SEU FEITO.

Tiago 1. 25 (arc)

A LEI…DA LIBERDADE. Esta lei (cf. 2.12) é a vontade de Deus mantida no âmago do nosso coração pelo Espírito Santo que em nós habita. Mediante a fé em Cristo recebemos, não somente a misericórdia e o perdão, como também o poder e a liberdade para obedecer à lei de Deus (Rm 3.31). É chamada a “lei perfeita da liberdade” porque o crente deseja cumprir a vontade de Deus: “E andarei em liberdade, pois busquei os teus preceitos” (Sl 119.45). O crente nunca deve pensar na liberdade para violar os mandamentos de Cristo, mas sim, em ter a liberdade e o poder para obedecê-los. (bep)

 

BIBLIOGRAFIA UTILIZADA:

Bíblia  –  Almeida revista corrigida  (arc)

Bíblia  –  de estudo aplicação pessoal  (beap)

Bíblia  –  de estudo novo viver  (benv)

Bíblia  –  de estudo pentecostal  (bep)

Dicionário ilustrado da Bíblia  (dib)

 

Pr. João da Cruz Parente

E-mail: prparente@gmail.com

Para ler mais artigos do autor (Clique aqui)

 

 

                                        PÁGINA INICIAL / ÍNDICE DAS MENSAGENS

Conselhos de Paulo aos vencedores

23 janeiro, 2015

 Frases-de-vencedor-2

CONSELHOS DE PAULO AOS VENCEDORES

 

APÓSTOLO PAULO –O mais antigo e mais influente intérprete da mensagem e dos ensinos de Cristo; missionário da igreja cristã primitiva; indivíduo que enviou cartas para várias igrejas cristãs primitivas. (dib)
OS CRISTÃOS NUNCA PERDEM

EM TODAS ESTAS COISAS, PORÉM, SOMOS MAIS QUE VENCEDORES, POR MEIO DAQUELE QUE NOS AMOU.

Romanos 8.37 (ara)

Não podemos comparar a realidade física com a espiritual. Na cruz, parecia que Jesus tinha sido derrotado. Na realidade, Ele era o vencedor! No momento em que morreu, Ele tirou o poder daquele que detinha o poder da morte (Hb. 2.14). Ele ensinou aos seus discípulos que teriam de perder a vida para realmente viverem (Lc 9.24). Que somente seriam grandes ao se tornarem servos (Mc 10.43,44) e que o caminho para a exaltação é a humilhação (Mt 23.12). Tais idéias parecem contraditórias, porque vemos as coisas pela perspectiva do mundo físico. Mas o fato é que, mesmo na derrota, somos vencedores em Cristo. (bev)

 

CONSERVE A FÉ E A BOA CONSCIÊNCIA

ESTE MANDAMENTO TE DOU, MEU FILHO TIMÓTEO, QUE, SEGUNDO AS PROFECIAS QUE HOUVE ACERCA DE TI, MILITES POR ELAS BOA MILÍCIA, – CONSERVANDO A FÉ E A BOA CONSCIÊNCIA, REJEITANDO A QUAL ALGUNS FIZERAM NAUFRÁGIO NA FÉ.

1 Timóteo 1. 18,19 (arc)

Como você pode manter uma boa consciência? Valorize sua fé em Cristo mais do que qualquer outra coisa e faça o que sabe ser correto. Toda vez que você ignora deliberadamente sua consciência, está endurecendo seu coração. Após algum tempo, sua capacidade de distinguir o certo e o errado diminuirá. À medida que você caminha com Deus, Ele fala com você através de sua consciência, permitindo-lhe saber a diferença entre o certo e o errado. Não deixe de agir contra os ímpetos interiores de forma a fazer o que é correto  –  pois assim sua consciência permanecerá limpa. (beap)

 

VIVA SEM IRA E SEM CONTENDA

QUERO, POIS, QUE OS HOMENS OREM EM TODO O LUGAR, LEVANTANDO MÃOS SANTAS, SEM IRA NEM CONTENDA.

1 Timóteo 2.8 (arc)

Além de desagradar a Deus, a ira e a controvérsia dificultam a oração. É por isso que Jesus disse que, se necessário, devemos interromper nossas orações, para nos reconciliarmos com os outros (Mt 5.23,24). Deus quer que lhe obedeçamos imediata e inteiramente. Nossa meta deve ser uma relação correta com Deus e também com os outros. (beap)

 

SEJA PACIENTE E TENHA FÉ

DE MANEIRA QUE NÓS MESMOS NOS GLORIAMOS DE VÓS NAS IGREJAS DE DEUS, POR CAUSA DA VOSSA PACIÊNCIA E FÉ, E EM TODAS AS VOSSAS PERSEGUIÇÕES E AFLIÇÕES QUE SUPORTAIS.

2 Tessalonicenses 1.4 (arc)

As chaves para sobrevivermos à perseguição e às tribulações são a perseverança e a fidelidade. Quando deparamos com dificuldades esmagadoras, podemos ter certeza de que Deus está usando as tribulações para o nosso bem e para sua glória. Saber que Deus é justo nos trará paciência durante nosso sofrimento, porque sabemos que Ele não se esquece de nós. No tempo certo de Deus, Ele aliviará nosso sofrimento e castigará aqueles que nos perseguem. Você pode confiar no cronograma de Deus? (beap)

 

HONRE SEU PAI E SUA MÃE

VÓS, FILHOS, SEDE OBEDIENTES A VOSSOS PAIS NO SENHOR, PORQUE ISTO É JUSTO.

HONRA A TEU PAI E A TUA MÃE, QUE É O PRIMEIRO MANDAMENTO COM PROMESSA, – PARA QUE TE VÁ BEM, E VIVAS MUITO TEMPO SOBRE A TERRA.

Efésios 6. 1-3 (arc)

Há uma diferença entre obedecer e honrar. Obedecer significa agir de acordo com as instruções recebidas. Honrar significa respeitar e amar. Os filhos não devem desobedecer a Deus ao obedecerem aos seus pais. Não se requer que os filhos adultos obedeçam a pais tiranos. Os filhos são obrigados a obedecer enquanto estiverem sob os cuidados dos pais, mas a responsabilidade de honrá-los é vitalícia. (beap)

 

NÃO SE ENVERGONHE DO EVANGELHO

PORQUE NÃO ME ENVERGONHO DO EVANGELHO DE CRISTO, POIS É O PODER DE DEUS PARA SALVAÇÃO DE TODO AQUELE QUE CRÊ, PRIMEIRO DO JUDEU E TAMBÉM DO GREGO.

Romanos 1.16 (arc)

Paulo não se envergonhava porque pregava sobre as Boas Novas a respeito de Cristo, uma mensagem de salvação que tem o poder de transformar vidas e é destinada a todos, sem exceção. Quando você sentir-se constrangido, lembre-se do significado das Boas Novas. Se fixar sua atenção somente em Deus e naquilo que Ele está fazendo, não em sua inaptidão, você não sentirá vergonha de anunciar o evangelho. (beap)

 

VIVA PARA AGRADAR A JESUS

PORQUE PERSUADO EU AGORA A HOMENS OU A DEUS? OU PROCURO AGRADAR A HOMENS? SE ESTIVESSE AINDA AGRADANDO AOS HOMENS, NÃO SERIA SERVO DE CRISTO.

Gálatas 1.10 (arc)

Será que você passa sua vida tentando agradar a todos? Paulo precisou falar severamente com os cristãos da Galácia por estarem correndo sério perigo. Ele não pediu desculpas por suas palavras tão francas, pois sabia que não podia servir fielmente a Cristo se permitisse a esses cristãos continuar no caminho errado. De quem você procura aprovação – dos outros ou de Deus? Ore para ter a coragem de procurar a aprovação de Deus acima da aprovação de qualquer outra pessoa. (beap)

 

SEJA DIGNO DO REINO DE DEUS

PROVA CLARA DO JUSTO JUÍZO DE DEUS, PARA QUE SEJAIS HAVIDOS POR DIGNOS DO REINO DE DEUS, PELO QUAL TAMBÉM PADECEIS.

2 Tessalonicenses 1.5 (arc)

Ao vivermos para Cristo experimentamos dificuldades, pois somos o povo santo de Deus em um mundo perverso. Algumas pessoas dizem que os problemas são o resultado do pecado ou de nossa falta de fé, mas Paulo ensina que podem ser uma parte do plano de Deus para os crentes. Nossos problemas podem nos ajudar a olhar para cima e adiante, em vez de olharmos para dentro de nós mesmos (Mc 13.35,36; Fp 3.13,14); eles podem construir um caráter robusto (Rm. 5.3,4); e podem criar oportunidades para confortarmos a outros que também estão lutando (2 Co 1.3-5). Suas dificuldades podem ser uma indicação de que você está se posicionando ao lado de Cristo. (beap)

 

BIBLIOGRAFIA UTILIZADA

Bíblia  –  Almeida revista e atualizada  (ara)

Bíblia  –  Almeida revista e corrigida  (arc)

Bíblia  –  de estudo vida  (bev)

Pr. João da Cruz Parente

E-mail: prparente@gmail.com

Para ler mais artigos do autor (Clique aqui)

 

 

                                        PÁGINA INICIAL / ÍNDICE DAS MENSAGENS

Sete passos para ser feliz

23 janeiro, 2015

3422908979_eb8b61eea7_o

SETE PASSOS PARA SER FELIZ

 

Cristo ensinou nas bem-aventuranças, que a felicidade não depende do que possuamos, mas do que somos. Tal felicidade não é importada de fora mas nasce na alma de todos os verdadeiros filhos de Deus. Todas as bem-aventuranças de Cristo são paradoxos; todas são contrárias a opinião comum. O conceito dos homens é que são felizes os ricos, os honrados no mundo; os que passam sua vida aqui alegres; os que comem gulodices e se vestem bem. Mas o Senhor veio corrigir esse erro fundamental; veio para

chamar os homens à felicidade que é permanente e verdadeira.

 

FELIZ: afortunado, próspero, satisfeito, ditoso, abençoado. Bem-aventurado

 

TER OS PECADOS PERDOADOS                               

Como é feliz aquele que tem suas transgressões perdoadas e seus pecados apagados! 

Salmos 32.1 (nvi)

As únicas pessoas realmente felizes são aquelas que receberam de Deus o perdão dos seus pecados, e por isso a culpa das suas transgressões não pesa mais sobre seus corações e mentes, e sua consciência não as perturba mais. Tal bem-aventurança é concedida a todos os pecadores que vierem ao Senhor (Mt.11.28,29). O salmista descreve três maneiras o perdão divino: (1) – Deus perdoa o pecado.  (2) – Ele cobre o pecado, i.e., põe-no fora da vista. (3) O pecado não é imputado (v.2), i.e., a culpa não é atribuída. (bep)

 

ACEITAR A CORREÇÃO DE DEUS

Como é feliz o homem a quem Deus corrige; portanto, não despreze a  disciplina  do todo poderoso. 

Jó 5.17 (nvi)                                                      

Aceite a correção do Senhor. Considere-a uma benção. Saiba que a correção evidencia o amor do Senhor por você. (bep)

 

CONFIAR NO SENHOR

Bem-aventurado o homem que põe no Senhor a sua confiança e que não respeita os soberbos, nem os que se desviam para a mentira.

Salmos 40.4 (arc)

Reserva-se um tipo especial de felicidade para o homem que confia em Deus e odeia o mal. (bs)

 

OUVIR E PRATICAR A PALAVRA DE DEUS

Mas o homem que observa atentamente a lei perfeita, que traz a liberdade, e persevera na prática dessa lei, não esquecendo o que ouviu mas praticando-o, será feliz naquilo que fizer. 

Tiago  1.25 (nvi)

“A vida obediente é o elemento de que consiste a benção, e na qual ela se encontra”. (Alford, in loc) Assim, a vida geral do crente praticante é bendita; e ele é abençoado na prática de atos individuais. (nti)

 

PRATICAR A JUSTIÇA

Como são felizes os que perseveram na retidão, que sempre praticam a justiça!                                                                                                         Salmos  106.3 (nvi)

Como princípio geral, o viver em retidão resulta em menos problemas do que o viver na iniquidade . Isso não significa que os que seguem a Deus nunca terão problemas. Porém, o justo tem a certeza de que, quando em aflição, será socorrido no momento certo de Deus. (bep)

 

TER INTERESSE PELO POBRE

Como é feliz aquele que se interessa pelo pobre! O Senhor o livra em tempos de adversidade.

Salmos 41.1 (nvi)

Deus tem cuidado especial dos fracos e indefesos, e abençoa quem demonstra compaixão pelos necessitados. Os versículos 1-3 explanam o princípio: “Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia” Mt.5.7). Se tivermos compaixão de Deus pelos necessitados, poderemos orar com confiança para Deus nos livrar nas dificuldades (v.1), guardar-nos do mal (v.2), abençoar a nossa vida (v.2), aniquilar o poder de satanás e dos nossos inimigos (v.2), e nos dispensar sua presença e cura quando estivermos enfermos (v.3; cf.72,2,4,12; Dt.15.7-11; Pv.29.14; Is 11.4; Jr 22.16; ver Mt.6.30 nota). (bep)

 

TEMER A DEUS E TRABALHAR COM AFINCO

    Como é feliz quem teme o Senhor, quem anda em seus caminhos! – comerá do fruto do seu trabalho, e será feliz e prospero.

Salmos 128.1 e 2 (nvi)

    Deus deseja que gozemos do fruto do nosso trabalho como uma dádiva dEle. Mas essas promessas de bem-estar para os que trabalham com afinco dependem da reverência (teme ao Senhor) e da obediência (anda em seus caminhos) da pessoa. Em geral, os que honrarem e obedecerem a Deus, trabalhando com esforço, desfrutarão do seu devido salário. Há, é óbvio, exceções a esse princípio geral de vida. (bev)

 

Bibliografia utilizada

Bíblia  –  Almeida Revista Corrigida (arc)

Bíblia  –   Nova Versão Internacional (nvi)

Bíblia  –   de Estudo Pentecostal (bep)

Bíblia  –   de Estudo Plenitude (bep)

Bíblia  –   Shedd (bs)

Bíblia  –   de Estudo Vida (bev)

Novo Testamento Interpretado (nti)

 

Pr. João da Cruz Parente

E-mail: prparente@gmail.com

Para ler mais artigos do autor (Clique aqui)


                                           PÁGINA INICIAL / ÍNDICE DAS MENSAGENS

Santificai-vos! O Senhor fará maravilhas

23 janeiro, 2015

tumblr_lrfhi3ncl21qb0l70o1_500_large

SANTIFICAI-VOS!  O SENHOR FARÁ MARAVILHAS

 

SANTIFICAR:  Tornar sagrado, separar, consagrar, fazer santo

 

SANTIFICAI-VOS! O SENHOR FARÁ MARAVILHAS

Disse Josué também ao povo: Santificai-vos, porque amanhã fará o SENHOR maravilhas no meio de vós. 

Josué  3. 5 (arc).

Este ato de santificação (cf. Êx.19.10,14,15) fala do princípio que Deus não operará poderosamente em favor do seu povo se este não estiver intimamente puro e em harmonia com a sua vontade. Antes de pedirmos  que Deus opere sinais e maravilhas em nosso meio, devemos verificar se nosso coração é puro e se nossos desejos estão sob a orientação do Espírito Santo (ver At. 2.38 nota; 3.26 nota) (bep).

 

SIRVAMOS A DEUS EM SANTIDADE

De conceder-nos que, libertados das mãos de nossos inimigos, o servíssemos sem temor,  –  em santidade e justiça perante Ele, todos os dias da nossa vida.

Lucas 1. 74, 75 (arc).

O sumo propósito da nossa redenção é sermos libertos do domínio de satanás (At. 26.18), a fim de servirmos a Deus em santidade e justiça perante Ele, todos os dias da nossa vida (cf.Ef.1.4). Todo filho de Deus deve visar a ter uma vida de santidade e justiça em meio a um mundo mau. Essa vida santa é “perante Ele”, i.e., na sua presença. (bep)

 

SOMOS SANTIFICADOS PELA FÉ EM JESUS

Eu o livrarei do seu próprio povo e dos gentios, aos quais eu o envio  –  para abrir-lhes os olhos e convertê-los das trevas para a luz, e do poder de satanás para Deus, a fim de que recebam o perdão dos pecados e herança entre os que são santificados pela fé em mim. 

Atos 26. 17 e 18 (nvi).

A santificação é o aspecto moral da transformação segundo a imagem de Cristo. Essa santificação tem início quando da conversão, produzindo modificações de natureza essencial em nosso ser moral. Esse processo tem prosseguimento por toda a vida, até que, já no reino celestial, ficará eliminada a presença total do pecado, juntamente com quaisquer inclinações para o pecado. (nti).

 

O SENHOR NOS ESCOLHEU PARA SERMOS SANTOS

Porque Deus nos escolheu nEle antes da criação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis em sua presença.

Efésios 1.4 (nvi).

“Santos”, no original grego, é “agios”. Tudo quanto é “consagrado a Deus”, naturalmente, deve ser “santo” e apto para o seu serviço. E daí se originaram as idéias de “pureza” e “santidade”. Tal palavra é empregada para indicar a santidade infinita de Deus, a santidade dos anjos e dos seres espirituais. (nti).

 

A NOSSA GLÓRIA: VIVERMOS EM SANTIDADE

Porque a nossa glória é esta: o testemunho da nossa consciência, de que, com santidade e sinceridade de Deus, não com sabedoria humana, mas, na graça divina, temos vivido no mundo e mais especialmente para convosco.

II Coríntios 1. 12 (ara).

A base de Paulo para alegrar-se e gloriar-se era a sinceridade e a integridade do seu comportamento. Ele tomara a resolução de que, por toda sua vida cristã, permaneceria fiel ao seu Senhor; recusar-se-ia a conformar-se com o mundo, que crucificou seu Salvador, e perseveraria na santidade, até Deus levá-lo para o lar celestial (Rm.12. 1,2). Na vida eterna futura, nossa maior alegria será a consciência de termos vivido a nossa vida “com simplicidade e sinceridade de Deus”, por Cristo nosso Salvador. (bep).

 

APERFEIÇOEMOS A SANTIDADE NO TEMOR A DEUS

Amados, visto que temos essas promessas, purifiquemo-nos de tudo o que contamina o corpo e o espírito, aperfeiçoando a santidade no temor de Deus. 

II Coríntios 7. 1 (nvi).

A neutralização do antigo homem não é o bastante. É mistér nos revestirmos do novo homem, o qual é amoldado segundo a imagem de Cristo, que compartilha de sua natureza, tanto na fase moral como na fase metafísica. Precisamos participar da santidade positiva de Deus Pai, compartilhando de seu amor, de sua justiça, de sua bondade, de sua longanimidade, de sua graça, em suma, de tudo quanto o Senhor Deus é moralmente. (nti).

 

DEUS É SANTO, SEJAMOS SANTOS

Mas, assim como é santo aquele que os chamou, sejam santos vocês também em tudo o que fizerem,  –  pois está escrito: “Sejam santos, porque Eu sou santo”. 

I Pedro 1. 15 e 16 (nvi).

Deus é santo, e as qualidades de Deus devem ser as qualidades de seu povo. A ideia principal de santidade é a separação dos modos ímpios do mundo e dedicação a Deus, por amor, para o seu serviço e adoração (ver Lv. 11.44 nota). A santidade é o alvo e o propósito da nossa eleição em Cristo Ef.1.4); significa ser semelhante a Deus, ser dedicado a Deus e viver para agradar a Deus (Rm.12.1; Ef.1.4; 2.10; ver Hb.12.14 nota). É o Espírito de Deus que realiza em nós a santificação, que purifica do pecado nossa alma e nosso espírito, que renova em nós a imagem de Cristo e que nos capacita, pela comunicação da graça, a obedecer a Deus segundo a sua Palavra. (bep).

 

JESUS FORTALECE O NOSSO CORAÇÃO, PARA ESTARMOS EM SANTIDADE

Que Ele fortaleça o coração de vocês para serem irrepreensíveis em santidade diante de nosso Deus e Pai, na vinda de nosso Senhor Jesus com todos os seus santos. 

I Tessalonicenses 3. 13 (nvi).

Paulo frequentemente orava pensando na volta de Cristo (cf.Fl.1.10). Considerava que seria uma tragédia se, na volta do Senhor, alguns da igreja fossem surpreendidos vivendo em pecado ou indiferentes. Jesus salientou esse mesmo interesse (Mt.24.42-51; 25. 1-13). À luz da volta de Cristo, o padrão bíblico é estarmos “irrepreensíveis em santidade”. Devemos ser sincera e totalmente dedicados ao Senhor e separados de tudo quanto o ofende. (bep).

 

A VONTADE DE DEUS: NOSSA SANTIFICAÇÃO

Porque esta é a vontade de Deus, a vossa santificação: que vos abstenhais da prostituição.

I Tessalonicenses 4. 3 (arc).

Embora vivessem numa sociedade onde o pecado sexual era comum e aceitável, os apóstolos não transigiam com a verdade e a santidade de Deus. Não rebaixaram os padrões morais para acomodá-los às ideias e tendências daquela sociedade. Considerando padrões a baixa moralidade que prevalece em nossos dias, precisamos de dirigentes do tipo dos apóstolos, para conclamar a igreja a obedecer aos padrões divinos de retidão. (bep).

 

ANDANDO EM SANTIFICAÇÃO, VEREMOS O SENHOR

Segui a paz com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor. 

Hebreus 12. 14 (arc).

Ser santo é estar separado do pecado e consagrado a Deus. É ficar perto de Deus, ser semelhante a Ele, e, de todo o coração, buscar sua presença, sua justiça e a sua comunhão. Acima de todas as coisas, a santidade é a prioridade de Deus para os seus seguidores (Ef.4.21-24). Sem santidade, ninguém poderá ser útil a Deus (2 Tm. 2.20,21). Sem santidade, ninguém terá intimidade nem comunhão com Deus (Sl.15. 1,2). (bep).

 

         Bibliografia utilizada:

Bíblia  –  Almeida Revista e Corrigida (arc)

Bíblia  –  de Estudo Pentecostal (bep)

Bíblia  –  Nova Versão Internacional (nvi)

Bíblia  –  Almeida Revista Atualizada (ara)

Novo Testamento Interpretado (nti)


Pr. João da Cruz Parente

E-mail: prparente@gmail.com

Para ler mais artigos do autor (Clique aqui)

 

 

                                        PÁGINA INICIAL / ÍNDICE DAS MENSAGENS