Assalto! reajo ou não?

7 novembro, 2009

Assalto, reajir ou não

O LADRÃO NÃO VEM SENÃO A ROUBAR, A MATAR E A DESTRUIR; EU VIM PARA QUE TENHAM VIDA E A TENHAM COM ABUNDÂNCIA..  João 10. 10

No nosso cotidiano (e principalmente os que moram nas grandes cidades), estamos sempre sujeitos a assaltos, seqüestros e até mesmo a sermos mortos pelos assaltantes que agem quase que impunemente, mesmo à luz do dia, e nem sempre temos a possibilidade de reagir; aliás, as autoridades dizem categoricamente:

Veja na íntegra »

Ande com os sábios

1 novembro, 2009

caminhar com cristo

AQUELE QUE ANDA COM OS SÁBIOS SERÁ CADA VEZ MAIS SÁBIO, MAS O COMPANHEIRO DOS TOLOS ACABARÁ MAL. Provérbios 13.20

O antigo ditado popular “uma maçã podre estraga o cesto” é freqüentemente aplicado às amizades, e com razão.

Nossos amigos e colegas nos afetam; às vezes profundamente. Seja cuidadoso ao escolher seus companheiros mais chegados. Passe seu tempo com as pessoas com quem deseja se parecer, porque você e seus amigos certamente parecerão uns com os outros.

Veja na íntegra »

A quem Deus estima

19 outubro, 2009

a quem deus estima

NÃO FORAM AS MINHAS MÃOS QUE FIZERAM TODAS ESSAS COISAS, E POR ISSO VIERAM A EXISTIR? PERGUNTA O SENHOR.  A ESTE ESTIMO: AO HUMILDE E CONTRITO DE ESPÍRITO, QUE TREME DIANTE DA MINHA PALAVRA.

Isaías 66.2

Veja na íntegra »

A prosperidade é uma bênção de Deus

8 outubro, 2009

Pr. João da Cruz Parente
(Para saber mais sobre o autor CLIQUE AQUI)

“O povo de Israel é como uma parreira cheia de uvas. Quanto mais ricos ficaram, mais altares construíram; e, quanto mais a nação progredia, mais colunas do deus baal foram levantadas.” Oséias 10. 1 (ntlh)

PROSPERIDADE: Dar bons resultados

Vivemos numa época de “apologia da prosperidade”. Na televisão, no rádio, nos livros, jornais, enfim, em todos os meios de comunicação, a “prosperidade” é cantada em verso e prosa e aqueles que não conseguem sucesso por meio das receitas que lhes são ministradas, sentem um profundo sentimento de frustração. Pelo texto acima, vemos que nem sempre a prosperidade de bens significa que Deus está abençoando. Se na vida de uma pessoa a abundância de riquezas deste mundo – como contas bancárias “gordas”, inúmeros cartões de crédito, dinheiro em bancos no exterior, automóveis, iates, jóias sofisticadas, casas de campo e praia e tantas outras coisas – fosse sinal de bênçãos de Deus, milhões de ímpios “abonados” seriam os grandes abençoados por Deus. Mas, não é assim! Israel vivia um período de extrema idolatria, adultério espiritual e apostasia, no entanto havia abundância de bens. A repugnância de Deus pelos pecados foi tão grande, que Ele chegou a dizer a Israel: “…não os amarei mais…” (Oséias 9.15). A ordem de Deus para a verdadeira prosperidade é: primeiro espiritual, segundo familiar e depois profissional. Busquemos de todo o nosso coração a prosperidade espiritual, andando em obediência à soberana Palavra de Deus. Busquemos de toda a nossa alma a prosperidade familiar, para que o nome de Jesus seja engrandecido através das nossas vidas. E quando vier a prosperidade profissional, digamos: Senhor, tu me abençoaste para que eu seja uma bênção no teu Reino.

PARA REFLETIR: Estou dando bons resultados na vida espiritual, familiar e profissional?

A ansiedade leva a depressão

4 outubro, 2009

O CORAÇÃO ANSIOSO DEPRIME O HOMEM
Provérbios 12.25a. (nvi)

ANSIEDADE: Angústia, incerteza aflitiva
DEPRESSÃO: (fig) Abatimento moral e físico
Segundo pesquisas, a depressão atinge mais de 20% da população mundial.
A Palavra de Deus trata do assunto. O Senhor Jesus Cristo, no sermão da montanha, fez a seguinte recomendação: “Por isso, vos digo: não andeis ansiosos pela vossa vida, quanto o que haveis de comer ou beber; nem pelo vosso corpo, quanto o que haveis de vestir”. Mateus 6.25a (ara). Certamente o Médico dos médicos, sabia que a ansiedade, acabaria num processo depressivo, provocando assim, profundo abatimento moral e físico. No mundo em que vivemos, sofrendo pressões de todos os lados, às vezes a ansiedade bate a nossa porta. A ansiedade, aparece de inúmeras formas; regra geral, vem atrás do condicional “se” e do “futuro”. Se eu perder o emprego amanhã? se o meu cônjuge me deixar? se o meu filho se tornar um drogado? se eu não conseguir pagar minhas dividas? se eu contrair uma doença grave? se eu morrer amanhã? se quando me aposentar o dinheiro não for suficiente? se eu for assaltado?, enfim são muitas as situações envolvendo o “se” e o “futuro”. Quando estes pensamentos vierem, devemos seguir confiantemente o conselho do apóstolo Pedro: “Lançando sobre Ele toda a vossa ansiedade, porque Ele tem cuidado de vós”. I Pedro 5.7 (ara). Entreguemos a Deus a nossa ansiedade e livremo-nos de cair em depressão.
PARA REFLETIR: Estou vivendo ansiosamente?
Pr. João da Cruz Parente
Visite o site: www.evangelica.com.br